Júri Internacional Longas-Metragens


Humberto Santana

Portugal

Nascido em 1959, fundou em 1991 a Animanostra, produtora portuguesa de séries e filmes de animação e, desde então, tem desenvolvido a sua actividade profissional como realizador, argumentista mas, principalmente, produtor, tendo nessas funções colaborado com múltiplos autores e realizadores na produção de um extenso número de obras. Paralelamente, dedica o seu tempo à associativa profissional, e é actualmente Presidente da APPA – Associação dos Produtores Portugueses de Animação.

Damián Perea

Espanha

Realizador, produtor e consultor estratégico. Director do XII Summit, Conferences e International Film Festival of Animation, Visual Effects e Video Games – Animayo (desde 2006).

É atualmente membro do European Film Academy of Cinematography (EFA), desde 2001 e pertenceu à Academy of Cinematography espanhola, de 1999 até 2003. É também atualmente membro do Cluster Audiovisual das Ilhas Canárias e de Egeda Espanha. Ele trabalha há doze anos como diretor e produtor do XII Summit, Conference and International Film Festival of Animation, Visual Effects and Video Games – Animayo, para além de trabalhar em outras produções cinematográficas, e como membro do júri de inúmeros festivais internacionais, e como assessor e consultor, programador e orador. Aos vinte anos, ele realizou sua primeira curta-metragem de animação, histórica por ser a primeira curta de animação com a técnica de stop-motion feita nas Canárias, “Podría ser Peor” (1999), pela qual ele foi nomeado para os prêmios Goya. Dois anos depois, foi o vencedor nacional da competição organizada pelo Ministério da Economia e Finanças do Governo da Espanha para realizar a Campanha do Euro, com um teste de animação em plasticina da família “Los García” (2001), tornando-se assim no diretor de animação da prestigiosa campanha. O sucesso internacional continuou com sucessivas obras como “Locos por el Cine” (2003), que foi selecionado em festivais como: Sicaf na Coreia ou Bimini na Letônia, e noutros sítios como Alemanha, Itália, Holanda, França, Japão ou Nova York. Para além de trabalhar já há 20 anos como diretor e realizador de cinema, spots publicitários e videoclipes, já ensinou mais de 200 masterclasses, dando apresentações por todo o mundo.

Thierry Steff

França

Thierry Steff nasceu em Fevereiro de 1951, em Paris. Estudou Publicidade e Belas Artes. Realizou alguns filmes de animação, mas a sua paixão pela animação passou pela publicação de revistas especializadas na área, nomeadamente 52 números da revista “Banc-Titre Animation”, da qual foi director artístico de publicidade e ainda a “Teletoon”, uma revista sobre desenho animado para a France 3, e que teve a duração de um ano.
Fundador da editora “Dreamland”, especializada em livros sobre Banda Desenhada e Cinema, que se manteve activa durante 10 anos, tendo publicado cerca de 90 títulos. Actualmente, e depois de uma pausa, regressa com um novo projecto na edição de livros. O mesmo espírito presente na “bazaar&Co” fundada em 2007 e que já tem alguns títulos publicados.